Brasil

Em nova reunião, governo e servidores públicos federais discutem reajuste

Servidores públicos federais voltam a se reunir com o governo nesta terça-feira (7) para negociar o reajuste dos salários. Uma proposta foi apresentada pelo governo na reunião do dia 25 de junho. Os servidores deverão responder se aceitam ou não na [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : José Cruz/ Agência Brasil

Por Gabriel Nascimento no dia 07 de Julho de 2015 ⋅ 07:25

Servidores públicos federais voltam a se reunir com o governo nesta terça-feira (7) para negociar o reajuste dos salários. Uma proposta foi apresentada pelo governo na reunião do dia 25 de junho. Os servidores deverão responder se aceitam ou não na reunião desta terça, marcada para às 14h, com o secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Sérgio Mendonça. Várias entidades já se manifestaram contra a oferta.

A proposta oferecida pelo governo conta com um reajuste salarial de 21,3% divididos em quatro parcelas até o ano de 2019. No entanto, os servidores solicitam, já para o próximo ano, um reajuste de 27,3% para restituir perdas salariais desde 2010 e pedem ainda que o reajuste seja anualmente negociado.

Notícias relacionadas

[PGR repudia assassinatos de militantes do MST]
Brasil

PGR repudia assassinatos de militantes do MST

Por Marina Hortélio no dia 10 de Dezembro de 2018 ⋅ 14:20 em Brasil

A Procuradoria aponta que existe um 'contexto sombrio de violência contra os movimentos sociais' no país

[Protestos de caminhoneiros são registrados no Rio e em SP]
Brasil

Protestos de caminhoneiros são registrados no Rio e em SP

Por Juliana Rodrigues no dia 10 de Dezembro de 2018 ⋅ 10:20 em Brasil

Manifestações acontecem após recente decisão do ministro do STF Luiz Fux, que suspendeu a aplicação de multas para quem descumprir a tabela de preço mínimo de fretes

[Intervenção federal em Roraima começa hoje]
Brasil

Intervenção federal em Roraima começa hoje

Por Juliana Rodrigues no dia 10 de Dezembro de 2018 ⋅ 07:40 em Brasil

Decreto que autoriza a medida foi publicado no Diário Oficial da União; governador eleito Antonio Denarium (PSL) será o interventor