Brasil

Lei que transforma em crime hediondo assassinato de policiais é sancionada

A presidente Dilma Rousseff (PT) sancionou na última segunda-feira (6) a lei que transforma em crime hediondo e qualificado o assassinato de policiais civis, militares, rodoviários e federais, além de integrantes das Forças Armadas [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :Rafael Martins/GOVBA

Por Bárbara Silveira no dia 07 de Julho de 2015 ⋅ 13:25

A presidente Dilma Rousseff (PT) sancionou na última segunda-feira (6) a lei que transforma em crime hediondo e qualificado o assassinato de policiais civis, militares, rodoviários e federais, além de integrantes das Forças Armadas, da Força Nacional de Segurança Pública e do Sistema Prisional, em exercício da função ou em decorrência dela.

Publicada nesta terça-feira (7) no Diário Oficial da União, a lei abriga também cônjuge, companheiro ou parente consanguíneo até terceiro grau de pessoas com as funções citadas, caso o crime aconteça em razão do cargo ocupado por elas. Fica determinado que os casos de lesão corporal terão pena aumentada de um a dois terços, podendo chegar a 30 anos.

 

Comentarios

Notícias relacionadas

[Inscrições para o Fies terminam neste domingo]
Brasil

Inscrições para o Fies terminam neste domingo

Por Alexandre Galvão no dia 20 de Julho de 2018 ⋅ 21:00 em Brasil

Pode concorrer às vagas quem fez uma das edições do Enem a partir de 2010 e teve média igual ou superior a 450 pontos, nem zerou a redação

[Dr. Bumbum é preso após 4 dias foragido]
Brasil

Dr. Bumbum é preso após 4 dias foragido

Por Marina Hortélio no dia 19 de Julho de 2018 ⋅ 16:00 em Brasil

O médico fugiu após uma paciente ter morrido decorrente de complicações de um procedimento cirúrgico na casa de Denis

[Governo americano barra remessas de canabidiol ao Brasil]
Brasil

Governo americano barra remessas de canabidiol ao Brasil

Por Matheus Simoni no dia 18 de Julho de 2018 ⋅ 22:00 em Brasil

Feito à base de maconha, o composto não é produzido no Brasil e só pode ser importado com autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária