Brasil

Em segundo turno, Câmara dos Deputados aprova reforma política

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (7), em segundo turno, o texto-base da proposta de reforma política. Foram 420 votos a favor, 30 contra e uma abstenção. Entre os assuntos aprovados estão o fim da reeleição, [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Por Gabriel Nascimento no dia 08 de Julho de 2015 ⋅ 07:13

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (7), em segundo turno, o texto-base da proposta de reforma política. Foram 420 votos a favor, 30 contra e uma abstenção. Entre os assuntos aprovados estão o fim da reeleição, a possibilidade de empresas doarem a partidos políticos, o voto obrigatório, a manutenção do sistema proporcional e das coligações para o Legislativo.

Nesta quarta-feira (8), a Câmara deve analisar o texto infraconstitucional para regulamentar alguns pontos da reforma. Na próxima terça-feira (14), acontecerá a votação dos destaques que podem retirar do texto alguns temas aprovados no primeiro turno.

A votação da reforma política teve início no fim do mês de maio e teve o primeiro turno concluído no dia 16 de junho.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Inscrições para o Fies terminam neste domingo]
Brasil

Inscrições para o Fies terminam neste domingo

Por Alexandre Galvão no dia 20 de Julho de 2018 ⋅ 21:00 em Brasil

Pode concorrer às vagas quem fez uma das edições do Enem a partir de 2010 e teve média igual ou superior a 450 pontos, nem zerou a redação

[Dr. Bumbum é preso após 4 dias foragido]
Brasil

Dr. Bumbum é preso após 4 dias foragido

Por Marina Hortélio no dia 19 de Julho de 2018 ⋅ 16:00 em Brasil

O médico fugiu após uma paciente ter morrido decorrente de complicações de um procedimento cirúrgico na casa de Denis

[Governo americano barra remessas de canabidiol ao Brasil]
Brasil

Governo americano barra remessas de canabidiol ao Brasil

Por Matheus Simoni no dia 18 de Julho de 2018 ⋅ 22:00 em Brasil

Feito à base de maconha, o composto não é produzido no Brasil e só pode ser importado com autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária