Brasil

Duas pessoas são presas suspeitas de apologia ao EI em São Paulo

Por meio de nota, a Polícia Federal afirmou que todos os envolvidos nesta fase são brasileiros. "A iniciativa do Governo Federal, por meio do trabalho integrado dos órgãos de defesa, segurança e inteligência, tem o objetivo de garantir a segurança dos Jogos Olímpicos e o bem-estar dos cidadãos". [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Veja

Por Camila Tíssia no dia 12 de Agosto de 2016 ⋅ 06:23

A Polícia Federal deflagrou a 2ª fase da Operação Hashtag e prendeu duas pessoas, na cidade de São Paulo, suspeitas de fazer apologia ao Estado Islâmico (EI) na internet. As prisões aconteceram nessa quinta-feira (11) e são temporárias, válidas por 30 dias. De acordo com o G1, outras três pessoas foram alvo de condução coercitiva, levadas para prestar depoimento e sendo liberadas em seguida, no estado de São Paulo. Foram cumpridos ainda cinco mandados de busca e apreensão – sendo um deles, no interior do Paraná.

Em 21 de julho, na 1ª etapa da operação, 12 pessoas foram presas temporariamente, por 30 dias. Todas seguem detidas no presídio federal de Campo Grande (MS). Um menor chegou a ser apreendido nessa fase. Os suspeitos envolvidos nesta nova etapa da Operação Hashtag fazem parte do mesmo grupo detido no mês passado, segundo as investigações. Eles vão para o mesmo presídio, em Campo Grande.

Por meio de nota, a Polícia Federal afirmou que todos os envolvidos nesta fase são brasileiros. "A iniciativa do Governo Federal, por meio do trabalho integrado dos órgãos de defesa, segurança e inteligência, tem o objetivo de garantir a segurança dos Jogos Olímpicos e o bem-estar dos cidadãos".

Já o juiz Marcos Josegrei da Silva, titular da 14ª Vara Federal de Curitiba, falou sobre as idades dos suspeitos. "São idades variadas, mas são pessoas em idade jovem, não muito mais velhas. Talvez varie dos 20 aos 40 anos".

Notícias relacionadas

[Acidentes de trânsito com vítimas caem 18% até agosto]
Brasil

Acidentes de trânsito com vítimas caem 18% até agosto

Por Matheus Simoni no dia 21 de Outubro de 2018 ⋅ 07:30 em Brasil

De janeiro a agosto, segundo relatórios, o total de indenizações pagas por acidentes somaram 216.023, contra 263.841 registrados no mesmo período do ano passado