Brasil

Chefe do gabinete de Feliciano diz que deu dinheiro por silêncio de estudante

Durante depoimento à polícia, na noite da última sexta-feira (12), o chefe de gabinete do deputado Marco Feliciano (PSC-SP), Talma Bauer, confessou ter dado dinheiro para a estudante de Jornalismo Patrícia Lélis, de 22 anos, retirar a acusação de tentativa de estupro contra o parlamentar. As informações são do delegado Luís Roberto Hellmeister e foram publicadas pelo jornal O Globo. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Gabriel Nascimento no dia 13 de Agosto de 2016 ⋅ 13:52

Durante depoimento à polícia, na noite da última sexta-feira (12), o chefe de gabinete do deputado Marco Feliciano (PSC-SP), Talma Bauer, confessou ter dado dinheiro para a estudante de Jornalismo Patrícia Lélis, de 22 anos, retirar a acusação de tentativa de estupro contra o parlamentar. As informações são do delegado Luís Roberto Hellmeister e foram publicadas pelo jornal O Globo.

O delegado disse que, Bauer teria oferecido dinheiro por ter sido vítima de extorsão e, por isso, ele não será indiciado. Na última quarta-feira (10), a polícia recebeu um vídeo que mostrava a tentativa de compra do silêncio da estudante. As imagens, registradas em 30 de julho pelo assessor Emerson Biazon, mostram a conversa e o acerto com Patrícia. O valor combinado foi entregue a um homem identificado como Arthur Mangabeira, que não teria repassado o dinheiro para a estudante, segundo Biazon. Mangabeira deverá ser ouvido pela polícia na próxima semana. 

Notícias relacionadas

[STF define que é crime fugir do local do acidente de trânsito]
Brasil

STF define que é crime fugir do local do acidente de trânsito

Por Marina Hortélio no dia 14 de Novembro de 2018 ⋅ 21:00 em Brasil

A maioria dos magistrados compreendeu que a punição para quem deixa o local do acidente não fere a garantia do cidadão de não ser obrigado a produzir prova contra si mesm...