Brasil

MPF sobre mulher de Cunha: “Existe risco concreto de eventual fuga”

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), há risco de fuga de Cláudia Cruz, mulher do deputado federal e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do país, caso o passaporte dela seja devolvido. Cláudia é ré na Operação Lava Jato [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Evaristo Sá/AFP/Arquivo

Por Alaine Brasil no dia 15 de Agosto de 2016 ⋅ 19:35

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), há risco de fuga de Cláudia Cruz, mulher do deputado federal e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do país, caso o passaporte dela seja devolvido. Cláudia é ré na Operação Lava Jato.

O MPF se posicionou, por essa razão, pela manutenção do recolhimento do passaporte de Cláudia Cruz, mesmo que ele tenha sido entregue espontaneamente pela acusada. A defesa dela havia pedido a devolução do passaporte. O MPF "se manifesta contrariamente ao pedido de restituição do passaporte formulado por Cláudia Cordeiro Cruz". A Justiça vai decidir sobre a devolução ou não do passaporte de Clúdia.

"Existe real possibilidade de Cláudia Cordeiro Cruz e/ou seus familiares manterem outras contas bancárias no exterior, havendo risco concreto de eventual fuga e utilização de ativos secretos ainda não bloqueados caso o passaporte seja devolvido", diz um trecho da petição protocolada pelo MPF na tarde desta segunda-feira (15) no processo eletrônico da Justiça Federal.

Cláudia Cruz responde pelos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Notícias relacionadas