Brasil

Projeto que reduz tempo de campanha e horário eleitoral é aprovado no Senado

Foi aprovado na noite desta quarta-feira (8) pela comissão especial do Senado, um projeto que diminui o tempo de campanha eleitoral e proíbe o pagamento a cabos eleitorais. De acordo com o texto, a campanha só será iniciada em agosto do ano da eleição. Atualmente, [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Waldemir Barreto/Agência Senado

Por Gabriel Nascimento no dia 09 de Julho de 2015 ⋅ 10:00

Foi aprovado na noite desta quarta-feira (8) pela comissão especial do Senado, um projeto que diminui o tempo de campanha eleitoral e proíbe o pagamento a cabos eleitorais. De acordo com o texto, a campanha só será iniciada em agosto do ano da eleição. Atualmente, começa em julho. Houve redução no tempo da propaganda no rádio e TV, hoje são 45 dias. Além disso, os 50 minutos do horário eleitoral passariam para 30. O formato do programa foi alterado e o número de inserções de até um minuto foi ampliado.

Apoiadores ou apresentadores só poderão aparecer em 20% do tempo. Foi proibido também o uso de "montagens ou trucagens, computação gráfica, desenhos animados e efeitos especiais". O relator da comissão, senador Romero Jucá (PMDB-RR), defendeu as mudanças como forma de reduzir gastos na campanha e evitar a “pirotecnia” que se transformou as propagandas do horário eleitoral gratuito.

Notícias relacionadas

[Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores]
Brasil

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores

Por Alexandre Galvão no dia 15 de Outubro de 2018 ⋅ 10:20 em Brasil

Os países com os maiores percentuais de estudantes que querem ser professores são Argélia, onde 21,7% dos estudantes querem ser professores, e Kosovo, onde esse percentua...