Brasil

Empresários chineses anunciam aportes de R$ 15 bilhões no Brasil

Com o objetivo de atrair recursos para o Brasil, o presidente Michel Temer (PMDB) iniciou, nesta sexta-feira (2), sua visita à China e já teve o anúncio de alguns investimentos, durante uma reunião empresários brasileiros e chineses em Xangai. No próximo domingo (4), o peemedebista participa da reunião do G-20 e tem o desafio de tirar a imagem da instabilidade política do país. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Exame

Por Gabriel Nascimento no dia 02 de Setembro de 2016 ⋅ 12:42

Com o objetivo de atrair recursos para o Brasil, o presidente Michel Temer (PMDB) iniciou, nesta sexta-feira (2), sua visita à China e já teve o anúncio de alguns investimentos, durante uma reunião empresários brasileiros e chineses em Xangai. No próximo domingo (4), o peemedebista participa da reunião do G-20 e tem o desafio de tirar a imagem da instabilidade política do país. Além disso, Temer deve passar a mensagem de que seu governo trabalha para ajustar a economia.

Nesta sexta, a CBSteel oficializou um acordo de US$ 3 bilhões (R$ 9,75 bilhões) para siderurgia no Maranhão, a China Communications Construction Company (CCCC) informou um aporte de US$ 460 milhões (R$ 1,5 bilhão) em um terminal multicargas em São Luís (MA) e a Hunan Dakang disse que vai aplicar US$ 1 bilhão (R$ 3,25 bilhões) em agricultura no Brasil. A Embraer fechou a venda de pelo menos 4 aviões para dois grupos chineses.

Presente no evento, o ministro dos Transportes, Maurício Quintella reconheceu a crise, mas afirmou que "agora, o Brasil sabe onde quer chegar" e disse ainda que o impeachment de Dilma "restabeleceu a estabilidade política" do país.

 

Notícias relacionadas