Brasil

Operação Greenfield: sócio da J&F presta depoimento na Polícia Federal

Um dos sócios controladores da J&F, holding detentora da JBS, Wesley Batista, e Walter Torre, dono da construtora WTorre, foram levados para depor na Polícia Federal de São Paulo nesta segunda-feira (5). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Youtube

Por Matheus Morais no dia 05 de Setembro de 2016 ⋅ 13:08

Um dos sócios controladores da J&F, holding detentora da JBS, Wesley Batista, e Walter Torre, dono da construtora WTorre, foram levados para depor na Polícia Federal de São Paulo nesta segunda-feira (5). Eles são investigados pela Operação Greenfield, que investiga irregularidades em quatro dos maiores fundos de pensão do país, todos ligados a estatais. Os desvios são estimados em pelo menos R$ 8 bilhões.

Segundo a Polícia Federal, havia mandados de condução coercitiva para Valter Torres e para Wesley Batista. Segundo a assessoria de imprensa da J&F,  Wesley prestou depoimento de forma voluntária. Ele deixou a sede da PF por volta das 11h20.

A J&F e a JBS não são investigadas na operação, mas sim a Eldorado Brasil, empresa de celulose controlada pelo grupo dos irmãos Wesley e Joesley Batista através da J&F Investimentos (80,98%). Os fundos de pensão Petros e Funcef, que podem ter sido alvo de fraude, são sócios da Eldorado, com participação de 8,53% cada um.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão na Eldorado e na J&F. A assessoria de imprensa da J&F afirmou que o diretor presidente da holding, Joesley Batista, está nos Estados Unidos, e que a empresa está prestando auxílio necessário às autoridades no caso.

Notícias relacionadas