Brasil

Bolsa Família sofrerá mudanças até outubro, diz ministro do Desenvolvimento

O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, declarou nesta sexta-feira (23) que será publicado até outubro o decreto que modifica as regras do Bolsa Família.A mudança principal será a manutenção do benefício por dois anos para pessoas que conseguirem um emprego formal. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :Jefferson Rudy/Agência Senado

Por Laura Lorenzo no dia 23 de Setembro de 2016 ⋅ 20:05

O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, declarou nesta sexta-feira (23) que será publicado até outubro o decreto que modifica as regras do Bolsa Família. A mudança principal será a manutenção do benefício por dois anos para pessoas que conseguirem um emprego formal. 

De  acordo com Terra, o beneficiário vai continuar a receber a a bolsa, junto com o salário. Depois do período, o cartão ficará “hibernando”para que, caso o trabalhador perca o emprego, voltará a receber a assistência. 

O objetivo da mudança é incentivar a formalização do emprego,uma vez que, para não perder o benefício, parte dos beneficiados pelo Bolsa Família se recusa a ter a carteira de trabalho assinada.

 O ministro afirmou ainda que o governo quer premiar, com transferência de recursos a programas sociais, as prefeituras que conseguirem emancipar mais famílias da bolsa. O valor do prêmio vai depender do tamanho do município e da proporção de pessoas que passarem a não depender mais do Bolsa Família. 

Notícias relacionadas

[Eletrobras vai abrir plano de demissão consensual]
Brasil

Eletrobras vai abrir plano de demissão consensual

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:40 em Brasil

O custo das demissões foi calculado em cerca de R$ 731 milhões. As adesões voluntárias ao PDC ocorrerão por um período de 30 dias

[Inep divulga hoje notas do Enem]
Brasil

Inep divulga hoje notas do Enem

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:00 em Brasil

Mais de 4,1 milhões de estudantes já podem acessar a quanto obtiveram em cada uma das provas: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação