Brasil

Habilitação passará a ser obrigatória para condução de 'cinquentinha'

Além do aumento no valor das multas de trânsito que começa a valer no dia 1º de novembro, o Departamento Nacional de Trânsito (Dentaran) informou que, também na virada do mês, começa a ser obrigatório a habilitação para guiar motos "cinquentinhas", como são conhecidas popularmente os ciclomotores. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução / GovPB

Por Laura Lorenzo no dia 21 de Outubro de 2016 ⋅ 16:01

Além do aumento no valor das multas de trânsito que começa a valer no dia 1º de novembro, o Departamento Nacional de Trânsito (Dentaran) informou que, também na virada do mês, começa a ser obrigatório a habilitação para guiar motos "cinquentinhas", como são conhecidas popularmente os ciclomotores.

A infração para quem for parado dirigindo as “cinquentinhas” sem ter a habilitação vai será classificada como gravíssima com multa agravada, que é multiplicada por 3. O preço da multa vai subir a partir do dia 1º, chegando a R$ 880,41. Além disso, o veículo também poderá ser apreendido.

Para conduzir a “cinquentinha”, é necessário ter uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A ou ACC. Ainda neste mês de outubro, o Detran vai disponibilizar um curso para quem quiser adquirir a habilitação da categoria ACC. “No dia 25 de outubro, às 8h, no portal do detran, iremos começar o processo de inscrição. As 200 pessoas que inicialmente se inscreverem terão a chance de participar do curso da ACC”, informou o diretor geral do Detran, Lúcio Gomes, ao Metro1

O Denatran chegou a dizer que a cobrança começaria em junho, mas depois voltou atrás e declarou que a medida seria valida apenas a partir de novembro. Multas chegaram a ser emitidas na época.

Notícias relacionadas

[PGR defende prisão do fundador da Pague Menos]
Brasil

PGR defende prisão do fundador da Pague Menos

Por Marina Hortélio no dia 16 de Outubro de 2018 ⋅ 15:00 em Brasil

No recurso, Francisco Deusmar de Queirós contesta a decisão do STJ que manteve a execução provisória de pena

[Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores]
Brasil

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores

Por Alexandre Galvão no dia 15 de Outubro de 2018 ⋅ 10:20 em Brasil

Os países com os maiores percentuais de estudantes que querem ser professores são Argélia, onde 21,7% dos estudantes querem ser professores, e Kosovo, onde esse percentua...