Brasil

Tom Zé completa 80 anos, fala de disco e relembra infância em Irará

Com 80 anos de idade e quase 60 de carreira, o cantor e compositor, Tom Zé, natural da cidade de Irará, no interior da Bahia, está lançando disco novo na praça: "Canções Eróticas de Ninar". [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Matheus Morais e Gabriel Nascimento no dia 27 de Outubro de 2016 ⋅ 12:56

Com 80 anos de idade e quase 60 de carreira, o cantor e compositor, Tom Zé, natural da cidade de Irará, no interior da Bahia, está lançando disco novo na praça: "Canções Eróticas de Ninar". Bem humorado, ele conversou com Mário Kertész na tarde desta quinta-feira (27) sobre o título do disco, shows e o sucesso da música "Senhor Cidadão", que fez parte da trilha sonora da novela "Velho Chico", da Rede Globo. Tom Zé fará show em Salvador no dia 9 de dezembro, às 19h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. 

"A gente não fala que é erótica porque, no tempo que eu nasci, não se falava nada dentro de casa, nem na escola, não tinha o menor sinal pra tratar do assunto. Há uma compreensão social que tem, que fazia uma espécie de escolinha, quando você entrava nos ambientes, antigamente as casas burguesas tinham muito empregados, eles falavam de coisas, insinuavam, figuras de linguagem, tudo com coisa de sexo", disse sobre o título do disco. 

>> Sucesso de “Sr. Cidadão” na trilha de “Velho Chico” emociona Tom Zé

Na oportunidade, Tom Zé também falou sobre sua experiência sexual, fazendo um paralelo com o título do disco. "Está se falando nas coisas que se acontecem hoje, que as pessoas na escola recebem instrução, mas no tempo que não tinha nada disso, você ganhava essa benção do socorro que vinha da intuição da natureza popular. Em Irará, pouco tempo depois de passar na Maria Bago Mole, que era uma espécie de experiencia oficial. Tive a oportunidade de ver como ela agia, dona Maria não era prostituta, mas se encarregava disso, ela ficava arrodeando, dizendo isso, aquilo, isso deveria ser o meio de aproximação dela e era, eu acho", completou. 

Ouça a entrevista completa:

 

Notícias relacionadas

[PGR repudia assassinatos de militantes do MST]
Brasil

PGR repudia assassinatos de militantes do MST

Por Marina Hortélio no dia 10 de Dezembro de 2018 ⋅ 14:20 em Brasil

A Procuradoria aponta que existe um 'contexto sombrio de violência contra os movimentos sociais' no país

[Protestos de caminhoneiros são registrados no Rio e em SP]
Brasil

Protestos de caminhoneiros são registrados no Rio e em SP

Por Juliana Rodrigues no dia 10 de Dezembro de 2018 ⋅ 10:20 em Brasil

Manifestações acontecem após recente decisão do ministro do STF Luiz Fux, que suspendeu a aplicação de multas para quem descumprir a tabela de preço mínimo de fretes