Brasil

MEC adia prazo para renovação do Fies até 15 de dezembro

O Ministério da Educação (MEC), por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), adiou o prazo para a renovação de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) neste segundo semestre nesta segunda-feira (31). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução

Por Matheus Simoni no dia 31 de Outubro de 2016 ⋅ 15:20

O Ministério da Educação (MEC), por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), adiou o prazo para a renovação de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) neste segundo semestre nesta segunda-feira (31). Com isso, a nova data definida como limite para o pagamento será o dia 15 de dezembro. Inicialmente, o processo seria encerrado nesta segunda-feira. No entanto, segundo o FNDE, dos 1,5 milhão de estudantes que devem renovar o financiamento, 980 mil o fizeram até esta manhã.

Os contratos do Fies devem ser renovados todo semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades. Em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no SisFies. No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa ainda levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Os estudantes precisam validar as informações no sistema e, no caso de aditamentos não simplificados, procurar os agentes financeiros do Fies (Caixa ou Banco do Brasil) para formalizarem a renovação dos contratos.

Os aditamentos, normalmente feitos no início do semestre, ficaram congelados devido à falta de recursos. No entanto, após a aprovação de crédito suplementar para o programa pelo Congresso Nacional, o sistema foi liberado para renovações.

De acordo com o MEC, o investimento nos financiamentos é de R$ 8,6 bilhões, já garantidos no orçamento. A pasta assegura que, para 2017, o governo federal já enviou ao Congresso Nacional Projeto de Lei Orçamentária que contempla R$ 21 bilhões para o Fies, o que garantirá a continuidade dos financiamentos e a manutenção dos contratos com os agentes financeiros do fundo.

Notícias relacionadas