Brasil

Enem para pessoas privadas de liberdade será adiado devido a logística

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) destinado a pessoas privadas de liberdade (PPL) e jovens sob medida socioeducativa será adiado. A mudança foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (4). Por isso, os 54.347 detentos farão as provas nos dias 13 e 14 de dezembro e não mais nos dias 6 e 7 de dezembro, como programado anteriormente. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :Rogério Augusto L. Barbosa/Imprensa MG

Por Luiza Leão no dia 04 de Novembro de 2016 ⋅ 10:21

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) destinado a pessoas privadas de liberdade (PPL) e jovens sob medida socioeducativa será adiado. A mudança foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (4). Por isso, os 54.347 detentos farão as provas nos dias 13 e 14 de dezembro e não mais nos dias 6 e 7 de dezembro, como programado anteriormente. 

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a alteração foi feita por motivo de logística. De acordo com o Inep, este ano o Enem PPL será aplicado em 1.290 unidades. 

Devido ao movimento de ocupação de escolas, institutos e universidades federais, este ano os candidatos irão realizar os exames em três datas. A maioria dos estudantes fará o Enem neste final de semana (5 e 6) e outros 194 mil candidatos farão nos dias  3 e 4 de dezembro, além dos dias destinados aos privados de liberdade. Para essas pessoas, a nota do Enem pode ser usada para a seleção de vagas no ensino superior e certificação do ensino médio. Entretanto, é necessário que tenham mais de 18 anos.

Notícias relacionadas