Brasil

Dilma veta reajuste de 78% no salário de servidores do Judiciário

A presidente Dilma Rousseff vetou integralmente, nesta quarta-feira (22), o projeto de lei que reajusta o salário dos servidores do Poder Judiciário em até 78,56%. O veto “por [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Roberto Stuckert Filho/PR/Fotos Públicas

Por Gabriel Nascimento no dia 22 de Julho de 2015 ⋅ 11:38

A presidente Dilma Rousseff vetou integralmente, nesta quarta-feira (22), o projeto de lei que reajusta o salário dos servidores do Poder Judiciário em até 78,56%. O veto “por inconstitucionalidade e contrariedade ao interesse público” ao Projeto de Lei 28/2015 foi publicada na edição desta quarta-feira (22) do Diário Oficial da União.

Dilma afirmou que a aprovação do projeto “geraria impacto financeiro de R$ 25,7 bilhões para os próximos quatro anos, ao fim dos quais passaria dos R$ 10 bilhões por exercício”. Os Ministérios da Fazenda e do Planejamento manifestaram-se pelo veto à matéria porque a proposta não foi precedida pela dotação orçamentária.

Por conta do veto, servidores baianos se reunem em assembleia na tarde desta quarta-feira (22), no auditório do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), para definir os rumos do movimento paredista. A categoria está “muito indignada e revoltada”, afirma a coordenadora de comunicação do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário da Bahia (Sindjufe-BA), Denise Carneiro. Ela ressaltou que a mobilização para continuar a greve é forte.


 

Notícias relacionadas

[Saída de cubanos poderá deixar 611 cidades sem médicos]
Brasil

Saída de cubanos poderá deixar 611 cidades sem médicos

Por Juliana Rodrigues no dia 18 de Novembro de 2018 ⋅ 07:30 em Brasil

Segundo o presidente do Conasems, profissionais de Cuba foram os únicos a aceitar trabalhar em unidades de saúde que ficam em cidades mais isoladas ou pobres