Brasil

Inscrições do Fies para o segundo semestre começam no dia 3

O Ministério da Educação divulgou na manhã desta segunda-feira (27) as regras para a segunda edição do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) em 2015. As inscrições começam na próxima segunda-feira (3) e vão até o dia 6 de julho. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Agência Brasil

Por Gabriel Nascimento no dia 27 de Julho de 2015 ⋅ 12:25

O Ministério da Educação divulgou na manhã desta segunda-feira (27) as regras para a segunda edição do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) em 2015. As inscrições começam na próxima segunda-feira (3) e vão até o dia 6 de agosto. As informações foram publicadas na edição do Diário Oficial da União desta segunda (27).

Segundo o edital, as inscrições para o financiamento vão seguir um modelo diferente das outras edições. Agora, os estudantes deverão se candidatar para uma seleção através de um sistema semelhante ao usado no Sisutec. As inscrições serão efetuadas pelo site http://fiesselecao.mec.gov.br.

Os estudantes terão que se inscrever em vagas já definidas pelo MEC, por uma portaria publicada no início do mês que abriu o período de adesão das instituições de ensino. Eles serão selecionados com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). De acordo com as novas regras, só poderão participar do processo, os estudantes que ainda não tenham diploma do ensino superior, que tenham feito o Enem a partir do ano de 2010 com nota média de ao menos 450 pontos e que possuam renda familiar mensal bruta per capita de até 2,5 salários mínimos. Professores da rede estadual estão isentos de cumprir três requisitos e pessoas que tenham concluído o ensino médio antes de 2010 não precisam cumprir a exigência de ter realizado o Enem, mas devem se encaixar nos outros dois requisitos.

Notícias relacionadas

[Prefeito é assassinado no interior do Maranhão]
Brasil

Prefeito é assassinado no interior do Maranhão

Por Alexandre Galvão no dia 11 de Novembro de 2018 ⋅ 17:30 em Brasil

O inquérito sobre o assassinato está a cargo da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoas. A polícia ainda não se manifestou sobre o caso