Brasil

Em liberdade, goleiro Bruno se apresenta à Justiça em Santa Luzia

O goleiro Bruno, que foi liberado da prisão na última sexta-feira ( 24) após seis anos e meio preso, se apresentou na tarde desta quinta (2) no Fórum de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. [Leia mais...]

[Em liberdade, goleiro Bruno se apresenta à Justiça em Santa Luzia]
Foto : Renata Caldeira / TJMG

Por Laura Lorenzo no dia 02 de Março de 2017 ⋅ 16:02

O goleiro Bruno, que foi liberado da prisão na última sexta-feira (24) após seis anos e meio preso, se apresentou na tarde desta quinta (2) no Fórum de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O ex-jogador foi à Vara de Execuções Penais comunicar um endereço na capital mineira, conforme determinava a decisão de soltura do Supremo Tribunal Federal (STF).

O jogador, que foi condenado pelo homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado da ex-namorada Eliza Samudio, foi recebido por fãs no fórum, que pediram para tirar foto com o goleiro.

De acordo com o advogado de Bruno, ele apresentou um endereço em Belo Horizonte à juíza da Vara de Execuções Penais, mas informou que este endereço pode mudar nos próximos dias porque o goleiro tem propostas de trabalho de nove clubes em várias cidades, sendo três do Rio de Janeiro, dois de São Paulo, um de Brasília e três de Minas Gerais. Destes, de acordo com o advogado, dois disputam a Série A do Campeonato Brasileiro.

A expectativa do defensor de Bruno é que ele assine um contrato com algum desses clubes em até nove dias. Ele informou ainda que, nesta sexta-feira (3), Bruno vai para o Rio de Janeiro, onde a mulher, Ingrid Calheiros, mora e trabalha como dentista.

Notícias relacionadas

[Avianca cancela mais de mil voos até o próximo domingo]
Brasil

Avianca cancela mais de mil voos até o próximo domingo

Por Daniel Brito no dia 21 de Abril de 2019 ⋅ 19:00 em Brasil

18 aeronaves precisarão ser devolvidas a quatro empresas de leasing (arrendamento) que venceram ações judiciais para a retomada dos equipamentos por inadimplência