Brasil

Caixa já fez 700 mil pagamentos de contas inativas do FGTS nesta sexta

Só na manhã desta sexta-feira (10), até as 11h, a Caixa já havia realizado 700 mil pagamentos e liberado um total de R$ 163 milhões do fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)para 320 mil trabalhadores. Esta sexta foi o primeiro dia de saque das contas inativas do FGTS para pessoas nascidas nos meses de janeiro e fevereiro. [Leia mais...]

[Caixa já fez 700 mil pagamentos de contas inativas do FGTS nesta sexta]
Foto : Rovena Rosa / Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 10 de Março de 2017 ⋅ 14:44

Só na manhã desta sexta-feira (10), até as 11h, a Caixa já havia realizado 700 mil pagamentos e liberado um total de R$ 163 milhões do fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)  para 320 mil trabalhadores. Esta sexta foi o primeiro dia de saque das contas inativas do FGTS para pessoas nascidas nos meses de janeiro e fevereiro.

A assessoria do banco informou que valores abaixo de R$ 3 mil podem ser sacados em caixas eletrônicos e agências lotéricas. Já quantias R$ 50 mil deve ser pessoalmente retirados em uma agência, que tem até 24 horas para liberar a dinheiro. Clientes da Caixa podem optar por receber o valor automaticamente em suas contas poupanças.

Os valores que podem ser retirados são as quantias paradas em contas inativas de quem teve contratos de trabalho encerrados até 31 de dezembro de 2015

Aqueles nascidos em março, abril ou maio receberão a partir de 10 de abril. Já quem nasceu em junho, julho e agosto começa a receber Em 12 de maio. Os aniversariantes de setembro, outubro e novembro poderão sacar os valores a partir de 16 de junho. E a partir de julho será liberado o dinheiro dos nascidos em dezembro.

Notícias relacionadas

[Avianca cancela mais de mil voos até o próximo domingo]
Brasil

Avianca cancela mais de mil voos até o próximo domingo

Por Daniel Brito no dia 21 de Abril de 2019 ⋅ 19:00 em Brasil

18 aeronaves precisarão ser devolvidas a quatro empresas de leasing (arrendamento) que venceram ações judiciais para a retomada dos equipamentos por inadimplência