Brasil

PF desarticula quadrilha de extração ilegal de pedra preciosa na Paraíba

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público (MP) deflagraram desde a madrugada desta quarta-feira (27) a Operação Sete Chaves, para desarticular uma quadrilha que atua na extração ilegal da pedra preciosa turmalina paraíba, uma das pedras preciosas mais valiosas do mundo. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Centro Gemológico da Bahia/Carol Garcia

Por Juliana Almirante no dia 27 de Maio de 2015 ⋅ 10:45

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público (MP) deflagraram desde a madrugada desta quarta-feira (27) a Operação Sete Chaves, para desarticular uma quadrilha que atua na extração ilegal da pedra preciosa turmalina paraíba, uma das pedras preciosas mais valiosas do mundo. Os acusadoss atuavam no município de Salgadinho (PB), a 255 quilômetros da capital João Pessoa. A turmalina paraíba com a cor azul néon vale até US$ 15 mil por quilate.

Os policiais federais cumprem 35 mandados nas cidades paraibanas de Salgadinho, João Pessoa e Monteiro. A operação também ocorre em Natal e Parelhas, no Rio Grande do Norte; em Governador Valadares, em Minas Gerais; e em São Paulo. Oito mandados são de prisão preventiva, 19 são de busca e apreensão e oito de sequestro de bens. Segundo a PF, diversos empresários e um deputado estadual fazem parte da organização criminosa. Eles usavam uma rede de empresas off shore para negociações bilionárias com pedras preciosas e lavagem de dinheiro.

Notícias relacionadas

[STF define que é crime fugir do local do acidente de trânsito]
Brasil

STF define que é crime fugir do local do acidente de trânsito

Por Marina Hortélio no dia 14 de Novembro de 2018 ⋅ 21:00 em Brasil

A maioria dos magistrados compreendeu que a punição para quem deixa o local do acidente não fere a garantia do cidadão de não ser obrigado a produzir prova contra si mesm...