Brasil

Durante programa do PT, Dilma é alvo de manifestações no país

Exibido em rede nacional na noite da última quinta-feira (6), o programa partidário do PT foi alvo de protestos em todo o Brasil. A propaganda, que durou 10 minutos, mostrou a presidente Dilma Rousseff afirmando que “sabe suportar pressões e injustiças”. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/EM

Por Gabriel Nascimento no dia 07 de Agosto de 2015 ⋅ 06:40

Exibido em rede nacional na noite da última quinta-feira (6), o programa partidário do PT foi alvo de protestos em todo o Brasil. A propaganda, que durou 10 minutos, mostrou a presidente Dilma Rousseff afirmando que “sabe suportar pressões e injustiças”. Durante a apresentação, moradores de várias cidades do país bateram panelas. Na capital baiana, além do panelaço, foram registradas vaias em bairros como Itaigara, Imbuí, Costa Azul, Pituba e alguns pontos de Brotas.

As manifestações foram fortes também no Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Espírito Santo, em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, no Ceará e em Alagoas. Páginas críticas ao governo Dilma convocaram internautas a protestar de forma barulhenta no momento da veiculação do programa na televisão. “Vamos tirar as panelas da gaveta e espancá-las espontaneamente em alto e bom som”, diz a descrição de um dos eventos. Dilma já tinha sido alvo de um panelaço no mês de março, quando usou o pronunciamento pelo Dia Internacional da Mulher para pedir “paciência e compreensão” da população. Por esse motivo ela desistiu de discursar na televisão no Dia do Trabalho. A prisão de José Dirceu não foi mencionada no programa.

Apesar do número de reprovação do governo Dilma ter chegado a 71%, o programa ironizou os panelaços. “Nos últimos tempos, começaram a dar uma nova utilidade às panelas. A gente não tem nada contra isso. Só queremos lembrar que fomos o partido que mais encheu a panela dos brasileiros. Se tem gente que se encheu de nós, paciência, estamos disposto a ouvir, corrigir, melhorar. Mas com as panelas, vamos continuar fazendo o que a gente mais sabe: encher de comida e esperança. Esse é panelaço que gostamos de fazer pelo Brasil", disse o ator José de Abreu, que conduziu o programa.

Notícias relacionadas