Brasil

Prazo para prisão do irmão de Dirceu e mais quatro vence nesta sexta

O prazo para prisão temporária ds cinco presos na 17ª fase da Operação Lava Jato vence nesta sexta-feira (7). Entre os detidos está o irmão do ex-ministro José Dirceu. O grupo se encontra na carceragem da Superintendência da Polícia Federal desde segunda (3), mas a prisão pode ser prorrogada por mais cinco dias. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Camila Tíssia

Por Camila Tíssia no dia 07 de Agosto de 2015 ⋅ 09:35

O prazo para prisão temporária ds cinco presos na 17ª fase da Operação Lava Jato vence nesta sexta-feira (7). Entre os detidos está o irmão do ex-ministro José Dirceu. O grupo se encontra na carceragem da Superintendência da Polícia Federal desde segunda (3), mas a prisão pode ser prorrogada por mais cinco dias.  A atual fase da Lava Jato, batizada de "Pixuleco", investiga um esquema de fraude, corrupção e lavagem de dinheiro na Petrobras. O foco são irregularidades em contratos com empresas terceirizadas. 

Caso achem necessário, a PF e o Ministério Público Federal (MPF), também poderão pedir a conversão da prisão temporária para preventiva, quando não há prazo para os investigados deixarem a prisão. A decisão cabe ao juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância. As prisões temporárias que vencem nesta sexta são de: Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, Roberto Marques, Júlio Cesar dos Santos, Olavo Hourneaux de Moura Filho, Pablo Alejandro Kipersmit, José Dirceu, Fernando Antônio Guimarães Hourneaux de Moura e Celso Araripe.

Notícias relacionadas

[Eletrobras vai abrir plano de demissão consensual]
Brasil

Eletrobras vai abrir plano de demissão consensual

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:40 em Brasil

O custo das demissões foi calculado em cerca de R$ 731 milhões. As adesões voluntárias ao PDC ocorrerão por um período de 30 dias

[Inep divulga hoje notas do Enem]
Brasil

Inep divulga hoje notas do Enem

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:00 em Brasil

Mais de 4,1 milhões de estudantes já podem acessar a quanto obtiveram em cada uma das provas: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação