Brasil

Ivete volta a criticar Temer por decreto que extingue reserva florestal

A cantora baiana Ivete Sangalo voltou a criticar o presidente Michel Temer na madrugada do último sábado (26), após a publicação de um decreto que extingue a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), que conta com mais de 4 milhões de hectares e que fica na divisa entre o Sul e Sudoeste do Amapá com o Noroeste do Pará. [Leia mais...]

[Ivete volta a criticar Temer por decreto que extingue reserva florestal]
Foto : Reprodução/G1

Por Matheus Simoni no dia 26 de Agosto de 2017 ⋅ 09:07

A cantora baiana Ivete Sangalo voltou a criticar o presidente Michel Temer na madrugada do último sábado (26), após a publicação de um decreto que extingue a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), que conta com mais de 4 milhões de hectares e que fica na divisa entre o Sul e Sudoeste do Amapá com o Noroeste do Pará. Em entrevista coletiva na 13ª edição do Festival de Inverno Bahia, em Vitória da Conquista, a artista comentou a postagem no Instagram onde demonstrou indignação sobre o ato do presidente.

Para Ivete, o que ela fala publicamente sempre tem influência sobre seus seguidores. \"Eu sou uma pessoa pública e uma pessoa pública deve ter o discernimento e o cuidado de saber que aquilo que ele vai dizer vai influenciar muito as outras pessoas, para o bem ou para o mal\", declarou.

\"Eu prefiro sempre ter a responsabilidade de, primeiro, ter a certeza de saber muito mais sobre aquilo que estou falando, para tornar público depois. Mas acho que aquilo impactou tanto que eu mandei bomba. Eu sou brasileira e aquilo é um patrimônio nosso e não pode ser tratado dessa forma. Nós temos que ter conhecimento disso, aquilo é nosso, não é verdade?”, concluiu.

Notícias relacionadas