Brasil

Funaro afirma que Temer recebeu propina de R$ 20 mi de dono da Gol, diz jornal

De acordo com o jornal o Globo, o operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro acusou o presidente da República, Michel Temer, de ter recebido uma propina no valor de R$ 20 milhões, de um dos fundadores da Gol Linhas Aéreas, em troca de apoio ao projeto de abertura do setor aéreo ao capital estrangeiro. [Leia mais...]

[Funaro afirma que Temer recebeu propina de R$ 20 mi de dono da Gol, diz jornal ]
Foto :Beto Barata/PR

Por Matheus Morais no dia 10 de Setembro de 2017 ⋅ 14:59

De acordo com o jornal o Globo, o operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro acusou o presidente da República, Michel Temer, de ter recebido uma propina no valor de R$ 20 milhões, de um dos fundadores da Gol Linhas Aéreas, em troca de apoio ao projeto de abertura do setor aéreo ao capital estrangeiro. Segundo a publicação, a suposta propina
teria sido paga em horas de voo na campanha eleitoral de 2014. Com o apoio do governo do peemedebista, durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016, a Câmara aprovou medida provisória que permitia 100% do controle acionário de empresas aéreas brasileiras pelo capital externo.

Funaro fez a acusação em um dos depoimentos de sua delação premiada, homologada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Caso queira, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá incluir as informações na denúncia que está preparando contra Temer. O presidente e o ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, entre outros, estão sendo investigados por obstrução de justiça e organização criminosa. Janot se despede, nesta semana, após quatro anos, da chefia do Ministério Público Federal. Além da segunda denúncia contra Temer, Janot deve apresentar ao STF a denúncia por organização criminosa formada por um núcleo do PMDB da Câmara. Entre os líderes do grupo estaria Temer.

Notícias relacionadas

[Eletrobras vai abrir plano de demissão consensual]
Brasil

Eletrobras vai abrir plano de demissão consensual

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:40 em Brasil

O custo das demissões foi calculado em cerca de R$ 731 milhões. As adesões voluntárias ao PDC ocorrerão por um período de 30 dias

[Inep divulga hoje notas do Enem]
Brasil

Inep divulga hoje notas do Enem

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:00 em Brasil

Mais de 4,1 milhões de estudantes já podem acessar a quanto obtiveram em cada uma das provas: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação