Brasil

Nove ministros do STF votam contra e pedido de suspeição de Janot é negado

O pedido da defesa do presidente Michel Temer para impedir o procurador-Geral da República, Rodrigo Janot,de atuar nas investigações contra Temer com base na delação premiada dos executivos do grupo J&F foi rejeitado nesta quarta-feira (13) pela maioria do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo placar de 9 votos contra e 0 a favor. [Leia mais...]

[Nove ministros do STF votam contra e pedido de suspeição de Janot é negado]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 13 de Setembro de 2017 ⋅ 17:28

O pedido da defesa do presidente Michel Temer para impedir o procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, de atuar nas investigações contra Temer com base na delação premiada dos executivos do grupo J&F foi rejeitado nesta quarta-feira (13) pela maioria do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo placar de 9 votos contra e 0 a favor.

Os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello, Dias Toffoli o decano Celso de Mello e a presidente da Corte, Cármem Lúcia, acompanharam o relator do pedido de defesa, ministro Edson Fachin. Gilmar Medes, que de acordo com o jornal Estado de S. Paulo estava no prédio do STF, não compareceu ao plenário, assim como o ministro Luis Roberto Barroso, que se encontra no exterior.

O julgamento do pedido da defesa de Temer acontece em meio a um clima de tensão com delações premiadas, desde que o dono e o advogado da JBS, os delatores Joesley Batista e Ricardo Saud, foram presos e tiveram seus acordos de colaboração suspensos.

Comentarios

Notícias relacionadas