Brasil

Em seu último dia no MPF, Janot se emociona e chora em despedida

Em seu último dia à frente do Ministério Público Federal e também seu aniversário de 61 anos, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se emocionou na despedida e não conseguiu segurar as lágrimas. [Leia mais...]

[Em seu último dia no MPF, Janot se emociona e chora em despedida]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 15 de Setembro de 2017 ⋅ 17:30

Em seu último dia à frente do Ministério Público Federal (MPF) e também seu aniversário de 61 anos, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se emocionou na despedida e não conseguiu segurar as lágrimas.

Muito criticado, Janot passou por dois anos bastante conturbados na Procuradoria-Geral Republica (PGR), com muitas acusações e polêmicas. Nesta sexta-feira (15), contudo, em clima de aniversário e despedida, o procurador-geral foi cercado de elogios e congratulações por parte de seus auxiliares.

“Janot […] conduziu-nos por tempos sombrios e por entre os espinhos da estrada, sempre com sorrisos, um dito espirituoso qualquer arrancado das entranhas do Brasil, um incentivo, uma solução, sempre com coragem”, disse o chefe de cooperação internacional na Lava Jato, Vladimir Aras, em um discurso elogioso de 9 minutos. Também discursaram os procuradores Danilo Dias, Nicolau Dino, Eduardo Pelela e outros.

Com a saída de Janot, quem assume o seu cargo é a nova procuradora-geral, Raquel Dodge, escolhida pelo presidente Michel Temer para substituir PGR, que se consolidou como um grande desafeto do peemedebista.

Notícias relacionadas