Brasil

Joesley Batista e Ricardo Saud recorrem ao Supremo contra prisão

Joesley Batista, dono da J&F, e Ricardo Saud, executivo do grupo, recorreram nesta terça-feira (26) ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a prisão deles, determinada pelo ministro da Corte Luiz Edson Fachin. Ambos foram presos no último dia 10 e tiveram a prisão temporária convertida para preventiva cinco dias depois. [Leia mais...]

[Joesley Batista e Ricardo Saud recorrem ao Supremo contra prisão]
Foto : Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Laura Lorenzo no dia 26 de Setembro de 2017 ⋅ 18:03

Joesley Batista, dono da J&F, e Ricardo Saud, executivo do grupo, recorreram nesta terça-feira (26) ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a prisão deles, determinada pelo ministro da Corte Luiz Edson Fachin. Ambos foram presos no último dia 10 e tiveram a prisão temporária convertida para preventiva cinco dias depois.

Fachin mandou prender os executivos a pedido da Procuradoria Geral da República, que apontou os dois como suspeitos de omitir informações no acordo de delação dos dois, além das suspeitas de que teriam tido orientação de um procurador – Marcelo Miller –, que depois deixou a função. Os pedidos de prisão foram baseados em áudios em que Joesley e Saud sugerem que Miller estava ajudando no acordo de delação.

Os benefícios previstos no acordo de delação dos dois executivos foram suspensos por Fachin, que está analisando se homologa a rescisão do acordo apresentada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. A defesa dos dois empresários pede que o ministro revogue a prisão ou leve o recurso para discussão na Segunda Turma do tribunal.

Notícias relacionadas

[Sisu abre inscrições na terça]
Brasil

Sisu abre inscrições na terça

Por Aline Reis no dia 20 de Janeiro de 2019 ⋅ 18:00 em Brasil

Nesta edição, são mais de 235,4 mil vagas distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país.

[Eletrobras vai abrir plano de demissão consensual]
Brasil

Eletrobras vai abrir plano de demissão consensual

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 10:40 em Brasil

O custo das demissões foi calculado em cerca de R$ 731 milhões. As adesões voluntárias ao PDC ocorrerão por um período de 30 dias

[Inep divulga hoje notas do Enem]
Brasil

Inep divulga hoje notas do Enem

Por Clara Rellstab no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 08:00 em Brasil

Mais de 4,1 milhões de estudantes já podem acessar a quanto obtiveram em cada uma das provas: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação