Brasil

General do Rio critica vazamentos sobre caso Marielle

O secretário estadual de Segurança Pública alega que o vazamento retarda as investigações e coloca vidas em risco

[General do Rio critica vazamentos sobre caso Marielle]
Foto : Juliana Stadnik / Agência AL

Por Metro1 no dia 11 de Maio de 2018 ⋅ 20:30

O general Richard Fernandez Nunes, secretário estadual de Segurança Pública do Rio durante a intervenção federal, criticou o vazamento de informações sensíveis das investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL).

Ele classificou, em entrevista à rádio CBN, como "nefastos" os escoamentos de informações sob sigilo pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

Segundo Nunes, o vazamento retarda as investigações e coloca vidas em risco. "Quando surge um vazamento como esse, temos que reorientar nossa estratégia de investigação. Isso nos causa um retardo", afirmou.

O secretário também disse que, desde o início da investigação, a polícia trabalha com a hipótese de participação de grupos milicianos na morte. Apesar disso, ele ressaltou que essa não é a única linha de investigação.

Notícias relacionadas