Brasil

Itamaraty vai pedir acesso a documentos da CIA sobre ditadura militar

Documentos que vieram a público, na semana passada, mostram novos fatos sobre a participação do Estado na execução e tortura de opositores da ditadura

[Itamaraty vai pedir acesso a documentos da CIA sobre ditadura militar]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 14 de Maio de 2018 ⋅ 07:20

O Itamaraty vai pedir ao governo dos Estados Unidos a liberação dos documentos produzidos pela Agência Central de Inteligência (CIA, sigla em inglês) sobre a ditadura civil-militar no Brasil.

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, instruiu a embaixada brasileira em Washington, nos EUA, a solicitar a liberação completa dos registros sobre o tema.

A medida é uma resposta à solicitação do Instituto Vladimir Herzog, que enviou uma carta na última sexta-feira (11) para pedir que o governo federal a liberação dos documentos que registram a participação de agentes do Estado brasileiro em ações de tortura ou assassinato de opositores do regime.

O texto é assinado por Ivo Herzog, filho do jornalista Vladimir Herzog, morto durante a ditadura. Na época, o Exército divulgou a versão de que o profissional de imprensa teria cometido suicídio na prisão.

Documentos que vieram a público, na semana passada, mostram novos fatos sobre a participação do Estado na execução e tortura de opositores da ditadura. De acordo com registros da CIA, os generais Ernesto Geisel, presidente do Brasil à época, e João Figueiredo, então diretor do Serviço Nacional de Informações (SNI), e que assumiu a Presidência da República depois de Geisel, sabiam e concordaram com execução sumária de “inimigos” da ditadura militar no Brasil.

Notícias relacionadas

[Gebran manda soltar filho de Edison Lobão]
Brasil

Gebran manda soltar filho de Edison Lobão

Por Juliana Rodrigues no dia 14 de Setembro de 2019 ⋅ 15:40 em Brasil

Márcio Lobão terá que pagar R$ 5 milhões em fiança e estará proibido de deixar o país