Brasil

Defensorias pedem R$ 2 milhões em indenização para famílias de prédio que desabou em SP

A quantia é solicitada para atendimento emergencial, na ação contra a Prefeitura, governo do Estado e União

[Defensorias pedem R$ 2 milhões em indenização para famílias de prédio que desabou em SP]
Foto : Corpo de Bombeiros de São Paulo

Por Metro1 no dia 22 de Maio de 2018 ⋅ 21:30

As defensorias públicas de São Paulo e da União pediram R$ 2 milhões por danos morais coletivos e sociais para as famílias que moravam no Edifício Wilton Paes de Almeida, que pegou fogo e desabou no Centro de São Paulo no início do mês. 

A quantia é solicitada para atendimento emergencial, na ação contra a Prefeitura, governo do Estado e União. Entre as medidas pedidas está o "fornecimento de um imóvel adequado para abrigar todas as famílias".

Segundo a gestão de São Paulo, das 171 famílias que moravam no edifício, 149 foram cadastradas para receber o auxílio-moradia de R$ 1,2 mil no primeiro mês e de R$ 400 a partir do segundo mês. O valor será pago pelo Estado durante um ano. Depois, a prefeitura vai assumir o pagamento.

Notícias relacionadas