Brasil

João de Deus diz estar à disposição da Justiça

Médium fez primeira aparição pública após acusações de abuso sexual

[João de Deus diz estar à disposição da Justiça]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 12 de Dezembro de 2018 ⋅ 11:00

Em sua primeira aparição pública após as denúncias de abuso sexual que vieram à tona na última semana, o médium João de Deus disse, hoje (12), que está à disposição da Justiça brasileira.

Por volta das 9h30 (horário de Brasília), ele compareceu à Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), onde realiza consultas e aconselhamentos, além das chamadas cirurgias espirituais. No entanto, o médium deixou o local pouco mais de 10 minutos depois e disse que "não tinha condições de trabalhar".

"Irmãos e minhas queridas irmãs, agradeço a Deus por estar aqui. Quero cumprir a lei brasileira. Estou nas mãos da Justiça. O João de Deus ainda está vivo", declarou o médium, de acordo com a Agência Brasil.

A chegada de João à Casa Dom Inácio foi marcada por uma confusão entre jornalistas que  tentavam se aproximar e frequentadores e funcionários do centro que tentavam afastá-lo dos profissionais de imprensa. A previsão é que o médium volte ao centro espírita amanhã, caso seu estado de saúde permita.

De acordo com o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), até ontem, 206 mulheres já tinham procurado atendimento alegando serem vítimas de João de Deus.

Notícias relacionadas

[Sisu abre inscrições na terça]
Brasil

Sisu abre inscrições na terça

Por Aline Reis no dia 20 de Janeiro de 2019 ⋅ 18:00 em Brasil

Nesta edição, são mais de 235,4 mil vagas distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país.