Brasil

MPF insiste que Temer volte para à prisão da Lava Jato

Procuradoria defende que a prisão “é necessária para evitar o risco da reiteração de crimes além de garantir a ordem pública e a regular instrução penal"

[MPF insiste que Temer volte para à prisão da Lava Jato]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 07 de Maio de 2019 ⋅ 15:40

O Ministério Público Federal (MPF) insiste que o ex-presidente Michel Temer, o ex-ministro de Minas e Energia Moreira Franco e o coronel reformado João Baptista Lima Filho, o Coronel Lima, voltem para à prisão da Lava Jato.

Na avaliação da Procuradoria, a prisão preventiva “é necessária para evitar o risco da reiteração de crimes além de garantir a ordem pública e a regular instrução penal”. Os procuradores ainda destacam que, em buscas e apreensões da Operação Descontaminação, foram encontrados documentos que apontam para a destruição de provas.

A procuradoria enviou manifestações ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) se opondo aos habeas corpus dos alvos da Operação Descontaminação. O MPF tinha recorrido contra a decisão, que será examinada pelos três desembargadores da 1ª Turma que serão julgados amanhã (8).

Notícias relacionadas