Brasil

Egípcio procurado pelo FBI no Brasil nega acusação de terrorismo

Ibrahim prestou depoimento ontem à PF

[Egípcio procurado pelo FBI no Brasil nega acusação de terrorismo]
Foto : Reprodução/Twitter

Por Catarina Lopes no dia 16 de Agosto de 2019 ⋅ 22:00

O egípcio Mohamed Ahmed Elsayed Ahmed Ibrahim, procurado pelo FBI no Brasil, prestou depoimento ontem (15) à Polícia Federal em Guarulhos, no Aeroporto Internacional de Cumbica. No depoimento, segundo o seu advogado, Ronaldo Vaz de Oliveira, Ibrahim negou qualquer envolvimento com terrorismo.

"Ele não teve nenhum convívio com nenhum grupo terrorista como Al-Qaeda, Estado Islâmico, nunca foi dado a práticas criminosas, de porte de armas, ou explosivos, ou aliciar, ou mesmo movimentar dinheiro com essa finalidade, nunca teve nenhum tipo de atuação nesse sentido”, disse Oliveira.

Ainda segundo Oliveira, membros do FBI estavam presentes na unidade da PF, mas não participaram do depoimento, pois só queriam participar caso Ibrahim não estivesse acompanhado do advogado. "Eu não permiti isso, a gente optou por não deixar. Isso é uma grave violação aos direitos da pessoa, não aceitamos que ele fosse interrogado ou prestasse quaisquer (informações), ou conversasse com o FBI sem a presença do advogado e de um tradutor”, afirmou ele.

Notícias relacionadas