Brasil

PF indicia Vale e TÜV SÜD por tragédia em Brumadinho

Tragédia ocorreu em 25 de janeiro deste ano e deixou 249 mortos identificados, além de outras 21 pessoas desaparecidas

[PF indicia Vale e TÜV SÜD por tragédia em Brumadinho]
Foto : Ricardo Stuckert

Por Juliana Almirante no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 08:40

A Polícia Federal (PF) indiciou sete funcionários da mineradora Vale e seis integrantes da consultora TÜV SÜD pelos crimes de falsidade ideológica e uso de documentos falsos, após o rompimento da barragem I da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho. As duas empresas também foram indiciadas. 

De acordo com o G1, o nome dos funcionários indiciados não foi informado.  A tragédia ocorreu em 25 de janeiro deste ano e deixou 249 mortos identificados, além de outras 21 pessoas desaparecidas.

A PF ainda deve fazer novos indiciamentos e aguarda a conclusão de perícias criminais sobre os crimes ambientais e os de homicídio. 

O crime de falsidade ideológica ocorreu, segundo a políca, quando funcionários das duas empresas celebraram contratos utilizando informações falsas contidas nos documentos de Declaração de Condição de Estabilidade (DCE), feitos em 2018.

Os documentos permitiram que a barragem continuasse funcionando normalmente, ainda com critérios de segurança abaixo dos recomendados pela própria mineradora e por padrões internacionais.

Já a acusação de uso de documentos falsos se justifica por dois registros de declarações de estabilidade junto a entidades governamentais, de 2017. 

Notícias relacionadas

[Mega-Sena sorteia R$ 3 mi hoje]
Brasil

Mega-Sena sorteia R$ 3 mi hoje

Por Lara Curcino no dia 19 de Outubro de 2019 ⋅ 10:27 em Brasil

Concurso será às 20h; apostas podem ser feitas até 19h