Brasil

José Medrado critica crucificação de mulher trans na parada gay: "Fogo amigo"

O apresentador do programa Sintonia da Rádio Metrópole, José Medrado, criticou nesta segunda-feira (8) o ato que simbolizou a crucificação de uma mulher transexual na Parada Gay do último domingo (7), em São Paulo. Durante o evento, diversas imagens registravam pessoas fantasiadas de símbolos do cristianismo e algumas delas chegavam a simular atos obscenos. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Instagram

Por Matheus Simoni no dia 08 de Junho de 2015 ⋅ 16:10

O apresentador do programa Sintonia da Rádio Metrópole, José Medrado, criticou nesta segunda-feira (8) o ato que simbolizou a crucificação de uma mulher transexual na Parada Gay do último domingo (7), em São Paulo. Durante o evento, diversas imagens registravam pessoas fantasiadas de símbolos do cristianismo e algumas delas chegavam a simular atos obscenos.

Para Medrado, este tipo de iniciativa é um "fogo amigo". "É fato que a liberdade de expressão é uma garantia constitucional. Porém, precisamos ter sim um limite ao respeito das crenças das pessoas. Não podemos de forma alguma criticar através da depreciação. Poderemos sim fazer crítica até a fé de quem quer que seja, sem depreciar, sem macular os símbolos daquela fé. Eu entendo desta forma, porque, de qualquer maneira, é um respeito ao outro que também exercitamos. E dentro daquele princípio filosófico que fala que 'o direito de um termina onde começa o do outro', poderíamos dizer que o direito de crença também é um direito", afirmou ele. 

Notícias relacionadas

[MP denuncia hackers por fraudes virtuais]
Brasil

MP denuncia hackers por fraudes virtuais

Por Marina Hortélio no dia 17 de Setembro de 2018 ⋅ 19:00 em Brasil

Órgão estima que a organização tenha roubado mais de R$ 30 milhões entre 2016 e 2017