Brasil

Rodrigo Maia diz que prisão de Baldy foi ‘um pouco arbitrária’

Aliado de Maia, Baldy (PP) foi um dos seis alvos da operação Darnadários, com mandados de prisão temporária expedidos pela 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro

[Rodrigo Maia diz que prisão de Baldy foi ‘um pouco arbitrária’]
Foto : Maryanna Oliveira / Câmara dos Deputados

Por Luciana Freire no dia 07 de Agosto de 2020 ⋅ 17:20

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou hoje (7) a prisão temporária do secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy.

Para Maia, a decisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, "parece" ser "arbitrária".

"Fiquei surpreendido, claro, não tinha nenhuma informação. Acho que a decisão é muito bruta, muito dura. Prender uma pessoa de um fato de seis, sete anos atrás, me parece uma decisão um pouco arbitrária", disse Maia em entrevista ao historiador Marco Antônio Villa, publicada no YouTube.

Aliado de Maia, Baldy (PP) foi um dos seis alvos da operação Darnadários que investiga suposto esquema de empresários e agentes públicos montado para desviar dinheiro da saúde.

Após a prisão de Baldy, na manhã de ontem (6), o governador João Doria decidiu afastá-lo do cargo. Em nota, o governo do Estado de SP diz que o secretário executivo da secretaria Paulo Galli assume a pasta temporariamente.

Notícias relacionadas