Cidade

Aos 68 anos, morre o compositor Fernando Brant

Morreu na noite da última sexta-feira (12), em Minas Gerais, o compositor Fernando Brant. Um dos nomes mais importantes para a música nacional, Brant, que tinha 68 anos, foi o fundador do movimento Clube da Esquina, e morreu por volta das 21h30, no Hospital das Clínicas, em função de complicações de um transplante de fígado. [Leia mais...]

[Aos 68 anos, morre o compositor Fernando Brant]
Foto : Reprodução/Isto É

Por Bárbara Silveira no dia 13 de Junho de 2015 ⋅ 13:01

Morreu na noite da última sexta-feira (12), em Minas Gerais, o compositor Fernando Brant. Um dos nomes mais importantes para a música nacional, Brant, que tinha 68 anos, foi o fundador do movimento Clube da Esquina, e morreu por volta das 21h30, no Hospital das Clínicas, em função de complicações de um transplante de fígado.

Parceiro de Milton Nascimento de longa data, em 1967, ele participou do II Festival Nacional da Canção, na TV Globo, com três canções escritas em parceria com Nascimento: "Morro velho", "Maria minha fé" e o hit "Travessia", que terminou em 2º lugar no evento.

A presidenta Dilma Rousseff divulgou nota em que lamenta a morte do músico. Para Dilma, o país perdeu um dos seus grandes talentos e um dos mais extraordinários letristas.  "Quero deixar meus sentimentos aos familiares, amigos e fãs da música e da poesia de Fernando Brant, lembrando um dos seus mais conhecidos versos: ‘Com a roupa encharcada e a alma/ Repleta de chão/ Todo artista tem de ir aonde o povo está’. Fernando cantou a nossa geração, o nosso povo e os nossos sonhos”. O corpo de Fernando Brant está sendo velado no saguão do Palácio das Artes, tradicional espaço cultural, em Belo Horizonte.  

Notícias relacionadas