Cidade

Insegurança volta a marcar festejos do réveillon da Praça Cayru

O 3º dia de festa na Praça Cayru, onde é realizado o réveillon de Salvador, foi marcado por episódios de insegurança. Assim como nos dias anteriores [Leia mais...]

[Insegurança volta a marcar festejos do réveillon da Praça Cayru]
Foto : Agecom/Salvador

Por Metro1 no dia 31 de Dezembro de 2015 ⋅ 12:38

O 3º dia de festa na Praça Cayru, onde é realizado o réveillon de Salvador, foi marcado por episódios de insegurança. Assim como nos dias anteriores - quando leitores procuraram a Metrópole para denunciarem a falta de infraestrutura e episódios de furtos - a falta de segurança voltou a incomodar quem resolveu conferir os shows de Wesley Safadão, Harmonia do Samba, Aline Rosa e Durval Lelys na última quarta-feira (30).

“Foi empurra empurra o tempo todo, tinham horas que não conseguíamos andar. Ao mesmo tempo em que a gente tentava sair da multidão, senti meus bolsos sendo 'revistados' e apalpados, como se quisessem procurar meus pertences. A localização do camarote foi horrível. Viemos pela Contorno, tivemos que passar por trás do palco para entrar”, lembra oo engenheiro civil Antônio Lopes.

Pela primeira vez na festa, Lopes conta que a ausência de informação foi outro desafio encontrado. “Perguntei a policiais e guardas municipais, mas ninguém sabia informar onde era a entrada [do camarote]. Foi muita confusão, tô pensando seriamente em não ir de novo. Sensação total de insegurança”, desabafa. De acordo com a Prefeitura de Salvador, o evento recebeu 600 mil pessoas na noite da última quarta-feira. A festa segue até o dia 1º de janeiro

Notícias relacionadas

[AI-5 é uma 'mancha na vida do Brasil', diz MK; ouça]
Cidade

AI-5 é uma 'mancha na vida do Brasil', diz MK; ouça

Por Metro1 no dia 13 de Dezembro de 2018 ⋅ 08:48 em Cidade

Aniversário de 50 anos do decreto que endureceu a ditadura militar foi um dos assuntos trazidos por Mário Kertész em comentário na Rádio Metrópole