Cidade

"Não pode esperar até concessão ser concluída”, reclama Neto sobre aeroporto

O completo caos que se tornou o Aeroporto Internacional de Salvador desde o ano de 2012 - quando foram iniciadas as obras que deveriam por fim a falta de organização do espaço - foi duramente criticado pelo prefeito ACM Neto em entrevista à Rádio Metrópole nesta quarta-feira (6). [Leia mais...]

[
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Matheus Morais no dia 06 de Janeiro de 2016 ⋅ 08:33

O completo caos que se tornou o Aeroporto Internacional de Salvador desde o ano de 2012 - quando foram iniciadas as obras que deveriam pôr fim a falta de organização do espaço - foi duramente criticado pelo prefeito ACM Neto (DEM), em entrevista à Rádio Metrópole nesta quarta-feira (6). “No ano passado, eu fiz muitas reuniões fora de Salvador para vender a cidade para empresários que possam investir. A primeira preocupação é o aeroporto. Todo mundo avalia o aeroporto de Salvador como o pior do Brasil”, afirma.

Segundo Neto, a administração municipal já levou o problema à esfera do governo federal inúmeras vezes, mas a situação persiste há quase quatro anos, afetando diretamente o setor turístico da cidade e do estado. “Nós já nos manifestamos ao governo federal; eles disseram que ia fazer a privatização, mas a Infraero tem que assumir os problemas de serviço. Falta comando ao país, a Infraero não possui ferramentas para desenvolver o aeroporto. Salvador não pode esperar até essa concessão ser concluída. Os jornalistas espanhóis não me perguntaram sobre violência, perguntaram sobre o aeroporto. Infelizmente, a Prefeitura só pode reclamar, porque o aeroporto é federal”, explica.

Notícias relacionadas