Cidade

Com grana: Neto afirma que Prefeitura iniciou 2016 com reservas de caixa

O prefeito ACM Neto falou em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (6), sobre a arrecadação da prefeitura em 2015. Na ocasião, o democrata contou que mais de 20 mil contribuintes foram inadimplentes no ano passado, mas que o ano de 2016 foi iniciado com verba reserva. [Leia mais...]

[Com grana: Neto afirma que Prefeitura iniciou 2016 com reservas de caixa]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Paloma Andrade e Matheus Morais no dia 06 de Janeiro de 2016 ⋅ 09:14

O prefeito ACM Neto (DEM) falou em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (6), sobre a arrecadação da Prefeitura em 2015. Na ocasião, o democrata contou que mais de 20 mil contribuintes foram inadimplentes no ano passado, mas que o ano de 2016 foi iniciado com verba reserva. A declaração ocorreu um dia após o jornal Folha de S. Paulo apontar Salvador como a capital com maior queda de arrecadação no ano passado

“A queda no ITIV foi enorme. A queda no IPTU foi progressiva, a inadimplência chegou a mais de 25 mil contribuintes. Fechamos 2015 cumprindo nossos compromissos. Estamos equilibrados, tínhamos uma reserva de caixa de 2014 para 2015, e ela foi diminuindo em 2015 com as obras e serviços. Chegamos em 2016 com reservas de caixa. Em junho de 2015, começamos a apertar os cintos. Vamos conter os gastos públicos. Minha tese é gastar menos com a Prefeitura e mais com a gestão”, afirmou o prefeito. 

Neto disse, ainda, que algumas obras vão ter prioridade neste ano, como a da principal unidade de saúde do município. “Vamos começar as obras que estão preservadas, como o Hospital Municipal. Vamos ver como vai se comportar a economia. A gente não pode gastar um centavo a mais do que arrecada. Eu passei desde o dia 30 [de dezembro] fechando o orçamento de 2016. Sentamos com cada secretaria, fiz um contingenciamento, congelei R$ 1,5 bilhão e proibi que esse dinheiro fosse gasto”. 

Notícias relacionadas