Cidade

Sussuarana: "gato" em ligações de água é encontrado em igreja e oficina

Duas ligações clandestinas de água foram identificadas pela Embasa, na tarde dessa terça-feira (12), na Avenida Ulysses Guimarães, no bairro de Sussuarana, em Salvador. De acordo com a empresa, os “gatos”, como são conhecidas as fraudes no consumo de água pela população, estavam sendo utilizados para abastecer uma igreja e uma oficina mecânica no local e foram identificados após uma operação de combate às fraudes. [Leia mais..]

[Sussuarana:
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Camila Tíssia no dia 13 de Janeiro de 2016 ⋅ 07:49

Duas ligações clandestinas de água foram identificadas pela Embasa, na tarde dessa terça-feira (12), na Avenida Ulysses Guimarães, no bairro de Sussuarana, em Salvador. De acordo com a empresa, os “gatos”, como são conhecidas as fraudes no consumo de água pela população, estavam sendo utilizados para abastecer uma igreja e uma oficina mecânica no local e foram identificados após uma operação de combate às fraudes.
 
Ao todo, os dois imóveis acumulam uma dívida de R$ 7,5 mil com a Embasa. Segundo o gerente comercial Bruno Calado, o valor da multa a ser cobrada aos responsáveis pelos imóveis pode chegar a 7 mil, valor que vai incluir a estimativa do desperdício causado pelas irregularidades e os custos dos serviços executados para eliminar as fraudes. “Quem comete fraudes para não pagar conta de água, acaba consumindo muito mais do que o necessário, provocando desperdício e prejudicando a coletividade que paga a sua conta em dia”, explica Bruno.
 
Já na última sexta-feira (8), no município de Simões Filho, uma equipe da Embasa identificou, também, uma fraude instalada para abastecer um bloco com 32 apartamentos do conjunto habitacional de Ilha de São João. Nesse caso, a dívida do prédio ultrapassa a marca de R$ 98 mil e a multa pelo furto de água foi calculada em R$ 9.076, 45.
 
Através de nota, a Embasa afirma que oferece ao consumidor a oportunidade de negociação. "O objetivo é que a pessoa possa voltar a ser um cliente regular e ativo. Para quem está inadimplente, a empresa pode retirar os juros e as multas e parcelar o débito para facilitar o pagamento”.

Notícias relacionadas