Cidade

Mário Kertész defende Fernando Guerreiro após vereador prometer ação na Justiça

O apresentador da Rádio Metrópole Mário Kertész criticou, em comentário nesta terça-feira (16), a decisão do procurador da Câmara Municipal, Arnando Lessa (PT), de interpelar o presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, na Justiça.[Leia mais...]

[ Mário Kertész defende Fernando Guerreiro após vereador prometer ação na Justiça]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Juliana Almirante no dia 16 de Junho de 2015 ⋅ 07:45

O apresentador da Rádio Metrópole Mário Kertész criticou, em comentário nesta terça-feira (16), a decisão do procurador da Câmara Municipal, Arnando Lessa (PT), de interpelar o presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, na Justiça. Guerreiro afirmou em entrevista à Metrópole na semana passada, que os vereadores pediam R$10 mil por debaixo do pano quando iam solicitar apoio para projetos culturais. “A pessoa chega lá com o vereador debaixo do braço e diz: 'Fernando, me dê um negocinho aí'”, disse o presidente da FGM. No mesmo dia da entrevista, Guerreiro pediu desculpas pela declaração. “Foi atingida a honra da Casa e de todos os vereadores”, acusou Lessa, em entrevista ao A Tarde publicada nesta terça.

“Isso é um absurdo sobre qualquer aspecto que se pode imaginar. Primeiro a honra da Casa deveria ser explicada com a farra que vocês fazem com o dinheiro público. Fernando Guerreiro estava aqui ao meu lado quando deu essa entrevista. Ele não falou absolutamente em nome de ninguém e nem citou vereador de Salvador. (Lessa) Não tem o que fazer. Quer botar na Justiça só para aparecer. Quero saber se o presidente da Câmara Paulo Câmara vai endossar essa palhaçada”, defendeu Mário Kertész. O apresentador da Metrópole ainda disse que fica triste ver um vereador como Lessa, do PT, que enfrenta crise ética com a investigação do esquema do petrolão, ir à Justiça por conta da declaração de Guerreiro: “Ano que vem tem eleição. Bote sua barbinha de molho, você e sua honra”.

No comentário desta terça, o apresentador também defendeu o secretário de Educação de Salvador, Guilherme Bellintani, que em artigo no A Tarde, reclamou da falta de manutenção de escolas pelo arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé, na gestão do ex-prefeito Mário Kertész. As unidades serão demolidas e reconstruídas pela administração atual. “Deve ser com uma dor no coração dele, porque na minha nem se fala”, lamentou Mário.

 

 

Comentarios

Notícias relacionadas

[Embarcação pega fogo no mar da Ribeira em Salvador]
Cidade

Embarcação pega fogo no mar da Ribeira em Salvador

Por Metro1 no dia 15 de Julho de 2018 ⋅ 09:30 em Cidade

Testemunhas relataram que a embarcação estava atracada no Saveiro Clube, localizado na Avenida Portos dos Mastros. A Marinha também auxiliou a ação