Cidade

"Muita coisa precisa melhorar", diz SSP sobre paralisação da Polícia Civil

Questionado sobre a paralisação de 72h dos policiais civis, a partir desta quarta-feira (20), o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa comentou o movimento e destacou as melhorias realizadas nas polícias no decorrer dos últimos anos. [Leia mais...]

[
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 20 de Janeiro de 2016 ⋅ 10:26

Questionado sobre a paralisação de 72h dos policiais civis, a partir desta quarta-feira (20), o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa comentou o movimento e destacou as melhorias realizadas nas polícias no decorrer dos últimos anos. "Acho importante que frise: não teve uma categoria que não tenha tido um ganho real salarial de ordem de 65% a mais. Temos aprimorado. Falta muita coisa ainda pra melhorar sempre as condições de trabalho", disse.

Barbosa chamou a atenção para as paralisações deflagradas sem tentativas de acordo. "O que a gente não efetivamente não quer, é que antes de sentar pra negociar, se comece a fazer paralisações. E não é só essa, foram feitas outras com uma pauta de 11 itens que não podem ser atendidos, por conta de leis federais", ressaltou. "Temos um carinho enorme pelos profissionais, não é toda a polícia que tá parada e sim pessoas ligadas ao sindicato. A polícia vai continuar trabalhando e prestando serviço a população", completou.

Entre as reivindicações da categoria, está a reestruturação salarial com igualdade entre os cargos, além da reforma e construção de unidades policiais para atendimento à sociedade e a categoria. De acordo com o Sindicato da Polícia Civil (Sindpoc), a categoria só retoma os trabalhos no próximo sábado (23), às 8h.

 

 

Notícias relacionadas