Cidade

MPT apura condições de terceirizada do aeroporto após acidente

O Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia abriu inquérito na segunda-feira (15) para apurar condições de segurança do trabalhode uma empresa terceirizada da Infraero que atua no Aeroporto de Salvador, a Lobeck Automação e Serviços. [Leia mais...]

[MPT apura condições de terceirizada do aeroporto após acidente]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Juliana Almirante no dia 16 de Junho de 2015 ⋅ 10:44

O Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia abriu inquérito na segunda-feira (15) para apurar condições de segurança do trabalho  de uma empresa terceirizada da Infraero que atua no Aeroporto de Salvador, a Lobeck Automação e Serviços. A investigação foi motivada pelo acidente de trabalho que feriu gravemente um funcionário da terceirizada na última sexta-feira. De acordo com informações recebidas pelo MPT-BA, este é o terceiro acidente nos últimos três meses. A Lobeck realiza manutenção mecânica e elétrica de esteiras de check-in e transporte de bagagem.

Após receber laudos do Departamento de Polícia Técnica, Corpo de Bombeiros, Infraero e, principalmente da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), o MPT-BA decidirá se convocará empresa e testemunhas para instruir o inquérito. Segundo informações preliminares apuradas no local do acidente, os trabalhadores da terceirizada denunciam situações como desvio de função, treinamento ineficiente, além da falta de equipamentos de proteção individual e coletiva.

Comentarios

Notícias relacionadas