Cidade

Em manifestação na Barra, membros de orquestras cobram participação no Carnaval

Membros de orquestras sinfônicas de Salvador se reuniram em uma manifestação, na manhã desta quinta-feira (21), no Farol da Barra para cobrar da prefeitura a participação no Carnaval deste ano. [Leia mais...]

[Em manifestação na Barra, membros de orquestras cobram participação no Carnaval]
Foto : Reprodução/Orquestra Fred Dantas

Por Gabriel Nascimento no dia 21 de Janeiro de 2016 ⋅ 10:19

Membros de orquestras sinfônicas de Salvador se reuniram em uma manifestação, na manhã desta quinta-feira (21), no Farol da Barra para cobrar da prefeitura a participação no Carnaval deste ano.

De acordo com o maestro Paulo Primo, um documento foi enviado para a Secretaria de Turismo (Saltur) em novembro e na última segunda-feira (18) eles foram informados que não participariam da folia. "Em 2015, nos reunimos e preparamos um documento e mandamos para a prefeitura. Não tardou muito o ilustríssimo secretário de cultura na época, Bellintani nos atendeu prontamente e ele viu a importância das orquestras populares de Salvador no carnaval da diversidade", disse.  

"[Na segunda-feira] conseguimos contato com Fábio Rosa, subsecretário de Cultura, e ele adiantou que não seria aprovado [o documento deste ano]. Procurei saber a justificativa, e ele disse que já tinham contratado Fred Dantas com 150 músicos", destacou. O maestro afirmou que o principal objetivo da manifestação, que segue pacífica, é chamar a atenção para importância do movimento. "Queremos que o prefeito saiba que a gente tá sem o nosso carnaval, será que ele sabe?", concluiu.

Em contato com o Metro1, o subsecretário de Cultura Fábio Rosa afirmou que a responsabilidade pela contratação da orquestra de Fred Dantas é da Saltur e caracterizou como "injusta" a manifestação por parte de Paulo Primo. "Primeiro tem que ficar claro que a responsabilidade de contratação é da Saltur, que hoje tem o presidente Isaac Edington. Ele que faz o cronograma do carnaval, tá fechado. Mas por fazer parte da administração, me coloquei a disposição para ajudar", afirmou

"Acho que a manifestação pode ser legítima, mas injusta. Tá publicado no Diário Oficial, a orquestra de Fred Dantas vai participar do carnaval. Na verdade, o Paulo tá insatisfeito porque ele não foi contratado. Claro, ele deve representar algumas pessoas, mas acho que colocar que não vamos atender ao setor de orquestras da forma que ele colocou, acho que não tá sendo justo com a prefeitura. A prefeitura atendeu", completou.

 

 

Comentarios

Notícias relacionadas

[Funcionários da Embasa decretam greve]
Cidade

Funcionários da Embasa decretam greve

Por Metro1 no dia 19 de Junho de 2018 ⋅ 10:26 em Cidade

Os empregados estão em campanha salarial e o cruzar de braços é um protesto pela falta de avanço nas negociações do acordo coletivo de trabalho deste ano