Cidade

"PDDU está cheio de irregularidades", afirma Gilmar Santiago

Durante a entrega de encostas no bairro do Lobato, o vereador Gilmar Santiago (PT) disse, em entrevista ao Metro1, sobre a votação do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), na volta aos trabalhos da Câmara dos Vereadores. “O PDDU vai ser um grande debate da Câmara esse ano. Nossa expectativa é que, em função de ser um ano eleitoral, não se queira se livrar e querer fazer uma votação açodada”. [Leia mais...]

[
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Paloma Andrade e Matheus Morais no dia 25 de Janeiro de 2016 ⋅ 09:34

Durante a entrega de encostas no bairro do Lobato, o vereador Gilmar Santiago (PT) disse, em entrevista ao Metro1, sobre a votação do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU), na volta aos trabalhos da Câmara dos Vereadores. “O PDDU vai ser um grande debate da Câmara esse ano. Nossa expectativa é que, em função de ser um ano eleitoral, não se queira se livrar e querer fazer uma votação açodada”.

Santiago disse que o Ministério Público fez uma audiência onde mostra que há problemas no Plano Diretor. Recentemente o Ministério Público fez uma audiência pública onde mostrou que o PDDU tá eivado de problemas, de irregularidades, que se não tiver debate para que a gente possa fazer, através de emendas, alterações, a gente vai ter um PDDU que não vai servir pra nada. Apenas pra legitimar poucos interesses aqui na cidade de Salvador.

Segundo o vereador, somente com a discussão será possível planejar estratégias para os problemas da capital baiana. “Os técnicos levantaram vários prolemas, sobretudo com relação à ausência de um projeto que possa, inclusive, enfrentar o principal problema de Salvador, que é o desemprego. Portanto falta uma estratégia econômica ao plano, e a gente só vai conseguir fazer isso se tiver debate. A nossa expectativa é que a gente consiga fazer isso nesse retorno da Câmara”, disse.

Notícias relacionadas