Cidade

Comandante defende blitz e diz que "é preciso ficar meia hora no engarrafamento"

As blitzes realizadas em diversos pontos de Salvador, que geralmente são criticadas pela população por conta dos congestionamento que são causados, foi um dos assuntos comentados pelo Coronel Anselmo Alves Brandão, comandante geral da Polícia Militar, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (29). [Leia mais...]

[Comandante defende blitz e diz que
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Camila Tíssia e Bárbara Silveira no dia 29 de Janeiro de 2016 ⋅ 08:38

As blitzes realizadas em diversos pontos de Salvador, que geralmente são criticadas pela população por conta dos congestionamento que são causados, foi um dos assuntos comentados pelo Coronel Anselmo Alves Brandão, comandante geral da Polícia Militar, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (29). Brandão disse que às vezes "é preciso ficar meia hora no engarrafamento".

"A Metrópole ajuda muito a gente nesse sentido. Nós reduzimos assustadoramente o número de roubos a coletivos. As pessoas veem mais a polícia nas ruas. É sinal que, apesar da violência ter suas variáveis, a gente se preocupa a prestar esses serviços. As pessoas tem que entender que o policial é amigo, aquela imagem do opressor é coisa do passado. A gente procura passar os bons exemplos", afirmou.

Roubo de veículos
De acordo com o coronel, a delegacia de furtos e roubos tem ido nos ferros velhos de Salvador, Feira e que a polícia tem dado atenção a esse assunto. "Tem também o convênio com  PRF, facilitou muito no interior. O bandido sabe que pode ser parado em uma grande rodovia. Eles vendem, grande parte é para o comércio de peças. Pegam o veículo para fazer delitos, em sua grande maioria. Mas as quadrilhas estão levando os veículos para outros estados. Em uma abordagem, 10 veículos foram flagrados indo para o Piauí", completou.

Notícias relacionadas

[Arquiteto anuncia exposição com obras de Lelé]
Cidade

Arquiteto anuncia exposição com obras de Lelé

Por Rodrigo Daniel Silva no dia 15 de Outubro de 2018 ⋅ 12:05 em Cidade

João Figueiras Lima projetou o Centro Administrativo da Bahia, a Igreja dos Alagados, a Estação da Lapa e outras obras