Cidade

"Com a rua forte, temos um carnaval forte", diz presidente da Saltur

O presidente da Saltur, Isaac Edington, ressaltou a importância do carnaval de rua para a folia baiana. Em entrevista ao Metro1 nesta sexta-feira (5), ele afirmou que, mesmo com alguns problemas durante o circuito, a festa na capital baiana apresenta cada vez mais elementos para se consolidar como a grande festa popular do país e do mundo.[Leia mais...]

[
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni e Matheus Morais no dia 05 de Fevereiro de 2016 ⋅ 19:58

O presidente da Saltur, Isaac Edington, ressaltou a importância do carnaval de rua para a folia baiana. Em entrevista ao Metro1 nesta sexta-feira (5), ele afirmou que, mesmo com alguns problemas durante o circuito, a festa na capital baiana apresenta cada vez mais elementos para se consolidar como a grande festa popular do país e do mundo.

"A gente sempre busca melhorar, mas estamos satisfeitos sim. Tivemos uma avaliação muito positiva na Barra, apesar do problema com um dos trios elétricos do Wesley Safadão. A gente tem carros reservas que podem ajudar ali mas, por conta do público muito grande, acabou atrasando um pouco o circuito. Mas é um atraso que, de certa forma, embora a gente não goste, já faz até parte do carnaval. Transcorreu tudo muito bem, a Barra estava entupida de gente", disse ele.

Ainda segundo Edington, a valorização do carnaval de rua é fundamental para o crescimento da festa como um todo. "O Carnaval 2016 é uma festa 'hiperdemocrática'. Fizemos questão de valorizar o carnaval de rua. A gente tem um entendimento que, se a gente valoriza o carnaval de rua, a gente fortalece o carnaval como um todo e não apenas o folião pipoca, mas os blocos de trio, os afoxés e os blocos afros, os camarotes e a demanda criativa do carnaval. Com a rua forte, temos um carnaval forte", declarou.

"Estamos fazendo um esforço adicional este ano para isso. Estamos nos consolidando como a festa mais estruturada, a mais organizada e que reúne o maior contingente de pessoas e atrações. Salvador, por mais que se comparem com as outras cidades, é única", concluiu.

Notícias relacionadas