Cidade

“O principal promotor da cidade é o habitante”, diz secretário Érico Mendonça

Em entrevista à Radio Metrópole, no último sábado (6), secretário municipal de Cultura e Turismo, Érico Mendonça, afirmou que as últimas intervenções feitas pelo prefeito ACM Neto em Salvador, recuperaram a auto estima da população que passou sentimento positivo para o turista. [Leia mais...]

[“O principal promotor da cidade é o habitante”, diz secretário Érico Mendonça]
Foto : Divulgação

Por Jessica Galvão no dia 07 de Fevereiro de 2016 ⋅ 08:31

Em entrevista à Rádio Metrópole, no último sábado (6), secretário municipal de Cultura e Turismo, Érico Mendonça, afirmou que as últimas intervenções feitas pelo prefeito ACM Neto em Salvador, recuperaram a auto estima da população que passou sentimento positivo para o turista. “O baiano, a pessoa que mora em Salvador, antes de tudo, ele precisa gostar da sua cidade. Ele começa a amar a cidade, a achar que ela está bem, e esse amor passa para o turista. Então, o principal promotor da cidade é o habitante. Se a cidade está bem pra ele, isso passa a estar bem para o turista e isso é uma verdade mais do que certa para todos nós. Então, essas últimas intervenções feitas na cidade fizeram com que ela começasse a ser vista pelo turista como uma cidade atrativa, e isso faz com que a gente tenha uma repercussão agora, nesse período de verão, com um crescimento no fluxo de turistas para a cidade e a gente está vendo isso agora no carnaval”, disse.

Durante a ocasião, Mendonça também respondeu se as ações prévias, que a prefeitura municipal realizou para divulgar Salvador nas grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, foi o marco zero para uma mudança na atividade e no fluxo de turismo para a cidade, tanto em relação ao réveillon quanto em relação ao carnaval. “Quando nós percebemos que na hora que você faz um lançamento nesses eventos com antecedência, as empresas que operam com o turismo tem a oportunidade de montar os pacotes específicos tanto para o réveillon quanto para o carnaval, então nós percebemos que o crescimento a partir de um lançamento feito com a devida antecedência, principalmente nos mercados emissores como são Paulo, que é o mercado principal para Salvador, é o marco zero dessa nova atitude que a gente vem fazendo, não só com relação ao réveillon e o carnaval, mas também com relação a outros eventos do calendário que a cidade está oferecendo como opção de visita ao turista à Salvador”, afirmou.

Sobre o turismo, o secretário diz que a média de ocupação hoteleira no carnaval é de 95%. “A nossa estimativa é cerca de 800 mil turistas, isso em cima da previsão feita pelo sindicato de hotéis que estima uma média de ocupação para o carnaval de 95%. Evidentemente que só vamos ter esse valor mais real, depois do carnaval, mas essa estimativa de 95% de fluxo hoteleiro significa que 60% do fluxo é não-hoteleiro, ou seja, são pessoas que se hospedam em casas de parentes ou amigos, ou que alugam por temporada, então, considerando esse percentual de 60%, 40%, a nossa expectativa é de 800 mil turistas nesse período”, finalizou.

Notícias relacionadas

[Imóvel pega fogo em Fazenda Grande 4]
Cidade

Imóvel pega fogo em Fazenda Grande 4

Por Luiza Leão no dia 15 de Agosto de 2018 ⋅ 16:40 em Cidade

Segundo a corporação, não houve vítimas e outras residências próximas não foram atingidas