Cidade

Todos pela Alfabetização: inscrições serão realizadas até Abril

O aluno que pretende realizar a matrícula para a 9ª Etapa do Programa Todos Pela Alfabetização (Topa), terá até o dia 02 de Abril para fazer a sua inscrição. Para efetuar a matrícula, os interessados devem procurar a Secretaria de Educação dos municípios ou o Núcleo Regional de Educação (NRE) da sua região. Será preciso apresentar o documento de identidade e o CPF. O programa é destinado a jovens, adultos e idosos que não tiveram a oportunidade de estudar no período regular. As aulas estão previstas para começar no dia 04 de abril. [Leia mais...]

[Todos pela Alfabetização: inscrições serão realizadas até Abril]
Foto : Divulgação/Ascom/Secretaria de Educação

Por Jessica Galvão no dia 12 de Fevereiro de 2016 ⋅ 17:36

O aluno que pretende realizar a matrícula para a 9ª Etapa do Programa Todos Pela Alfabetização (Topa), terá até o dia 02 de Abril para fazer a sua inscrição. Para efetuar a matrícula, os interessados devem procurar a Secretaria de Educação dos municípios ou o Núcleo Regional de Educação (NRE) da sua região. Será preciso apresentar o documento de identidade e o CPF. O programa é destinado a jovens, adultos e idosos que não tiveram a oportunidade de estudar no período regular. As aulas estão previstas para começar no dia 04 de abril.
 
“Este ano estamos com algumas estratégias diferenciadas. Entre elas, tentar obter 80% dos matriculados oriundos do campo, atingir municípios que tenham, de acordo com o censo, mais de dois mil analfabetos, além de chegar às populações de etnia cigana, moradores de rua e travestis, transexuais e transgêneros”, destacou a coordenadora geral do Topa, Elenir Alves.         

O Topa, nesta 9ª Etapa, está presente em 272 municípios da Bahia. A meta para 2016 é matricular 100 mil estudantes, em parceria com as prefeituras e 476 entidades dos movimentos social e sindical. Desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia em parceria com o Governo Federal, o Topa já possibilitou que mais de 1,4 milhão de jovens acima de 15 anos, adultos e idosos que não puderam efetuar os estudos na idade regular, fossem alfabetizados.

Notícias relacionadas