Cidade

Concessionária vai investigar suposta intoxicação de trabalhadores

Na manhã desta quinta-feira (18), diversos operários da CCR Metrô Bahia, concessionária que administra o metrô na capital baiana, se queixaram de indisposição e dores de barriga, típicas de intoxicação alimentar, no momento em que chegaram para trabalhar no canteiro de obras Pirajá. [Leia mais...]

[Concessionária vai investigar suposta intoxicação de trabalhadores]
Foto : Gilberto Junior/Bocão News

Por Matheus Simoni no dia 18 de Junho de 2015 ⋅ 17:32

Na manhã desta quinta-feira (18), diversos operários da CCR Metrô Bahia, concessionária que administra o metrô na capital baiana, se queixaram de indisposição e dores de barriga, típicas de intoxicação alimentar, no momento em que chegaram para trabalhar no canteiro de obras Pirajá.

Através de nota enviada nesta quinta-feira, a empresa afirmou que  encaminhou os trabalhadores para o atendimento no ambulatório médico do canteiro e dispensou os operários do turno de trabalho da tarde. "A CCR Metrô Bahia, zelando pela saúde dos trabalhadores e com o objetivo de identificar, o mais rapidamente possível, a origem da indisposição apresentada por alguns operários hoje pela manhã, informa que irá analisar, juntamente com o Consórcio Mobilidade Bahia, se o problema está relacionado, de alguma forma, com a alimentação oferecida aos trabalhadores no canteiro de obras", afirma a nota enviada para a imprensa.

A CCR informou que a empresa responsável pelo fornecimento das refeições aos mais de 5 mil operários das obras do metrô serve mensalmente 78.300 desjejuns, 86.800 almoços, 70.000 jantares e 12.700 lanches especiais.

Notícias relacionadas